29.3 C
Brasil
quinta-feira, 29 julho 2021
HomeSaúde & Bem EstarGoverno está analisando novamente seu auxílio emergencial; veja se foi aceito!

Governo está analisando novamente seu auxílio emergencial; veja se foi aceito!

O auxílio emergencial foi divulgado já no mês de abril e durou até dezembro de 2020. Entretanto, com o fim dele, o Brasil conseguiu registrar mais de 22 milhões de novos pobres, um aumento de 30%.

Leia mais: Petrobras sofre queda de 21,51% e começa a perder valor

Consequentemente, sentiu-se a necessidade de uma nova leva, tomando todos os cuidados com as possíveis fraudes. Segundo informado pelo G1, aqueles que fraudaram no ano passado e que não tinham direito, devem fazer a devolução de todo o dinheiro através de uma Gru. 

A Caixa Econômica Federal pagou mais de  R$ 20,9 milhões a 22 mil  em fevereiro e R$ 248 milhões a 196 mil pessoas no mês passado, aqueles que receberam as últimas parcelas. 

- Continua Depois da Publicidade -

Leia mais: Covid 19: Número de mortos está próximo aos 2,5 milhões

Para aqueles que não sabem se foram aprovados na solicitação, podem acessar o site do auxílio emergencial. Além disso, é necessário fornecer os seus números de CPF juntamente com o nome da mãe e data de nascimento. 

Mas vai ter auxílio emergencial em 2021?

Essa pergunta somente poderá ser respondida após a assinatura da PEC emergencial que deve ocorrer amanhã (25). É com ela que pode-se fazer o planejamento de valores. A PEC emergencial foi criada em 2019 e tinha como objetivo fazer cortes do governo como salários de servidores em até 25%. Segundo informado por Paulo Guedes e Pacheco, os salários não devem ser cortados, mas o aumento dos valores deve ficar congelado por até 2 anos. 

Leia mais: ICMS: o que é e para o que serve? Entenda o aumento de combustível

- Continua Depois da Publicidade -

O valor ainda não foi divulgado, mas Bolsonaro em algumas entrevistas já supôs uma média de R$ 250 em três ou quatro parcelas. Novas avaliações dos pedidos estão sendo realizadas e apenas metade dos beneficiários deve receber, o cronograma deve ser criado pelo Ministério da Cidadania.

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui