33.2 C
Brasil
sábado, 19 junho 2021
HomeSaúde & Bem EstarHipertensão: Diferenças entre a dor crônica e a dor aguda

Hipertensão: Diferenças entre a dor crônica e a dor aguda

Quando falamos em hipertensão é importante falar sobre a conscientização de existem muitos fatores de risco que permeiam as doenças cardiovasculares, como AVCs e infartos por exemplo. Com isso, saber identificar que uma simples comorbidade pode se transformar em uma síndrome, é importante para entender como os sintomas clínicos podem evoluir de forma gradativa e se manifestar de formas diferentes ao longo da vida e prejudicar o organismo e saúde do paciente.

A hipertensão possui alguns aspectos peculiares que são considerados perigosos e de comportamento silencioso. Isso significa que sintomas como dor crônica ou aguda podem ser escassos em determinado momento, porém, pode ser também diagnóstico de algo importante dentro do quadro clínico.

Dores como fator de risco na hipertensão

A dor é considerada um fator de risco para quem sofre de hipertensão, isso porque além de acometer o paciente de forma variável também pode ser em qualquer momento da vida, sem momentos mais sensíveis ou de forma inesperada. Porém existem diferença entre a dor crônica e dor aguda.

Os tipos de dores são vários e existe muitas possibilidades de como ela pode acontecer. Porém, cada tipo acaba tendo um resultado diferente. Por exemplo, a dor aguda costuma durar menos tempo, as vezes alguns picos de horas, minutos, ou chegando a poucos dias quando dura muito. Já a dor crônica é aquela que não passa, que dura muito tempo e as vezes não se sabe ao certo quando ela vai desaparecer.

Leia mais: Hipertensão: o que é tratamento e sintomas

A correção entre a hipertensão e as dores crônicas e aguda, acontecem pela variação do comportamento da própria pressão no organismo. Por isso o perigo das dores em um paciente e que possui o quadro de pressão alta. Como não se sabe quando elas vão se manifestar, e elas nunca são iguais, também acontecem em um organismo que possui alterações de pressão, por isso é preciso cuidar da saúde e controlar ao máximo a pressão arterial para minimizar os riscos.

 
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui