25.8 C
Brasil
quinta-feira, 15 abril 2021
Home Saúde & Bem Estar Pfizer: O que é como é feita efeitos colaterais

Pfizer: O que é como é feita efeitos colaterais

Desde que a pandemia começou, a Pfizer vem estudando maneiras de combater a Covid-19, através de respostas terapêuticas. O grande desafio sempre foi se adequar ao cronograma para conseguir atender a demanda mundial.

Em parceria com a BioNTech, a Pfizer desenvolveu uma das vacinas que está sendo usada no mundo para combater o coronavírus. A vacina foi construída a base de RNA mensageiro e por causa disso muitas dúvidas surgem sobre como ela foi desenvolvida e quais podem ser os efeitos colaterais. Para saber mais continue lendo.

Pfizer
Pfizer

Como a vacina da Pfizer foi feita?

A vacina é desenvolvida com base em RNA mensageiro que foi desenvolvido de forma sintética para auxiliar o organismo a criar anticorpos contra o vírus. Esse método de criação de vacina é usado por ser mais rápida a sua fabricação do que os outros métodos tradicionais. Essa técnica usa apenas um pedaço de material genético do vírus, que não tinha sido usada antes.

Com isso a Pfizer preferiu escolher esse tipo de tecnologia para desenvolver a vacina, por ter um potencial de resposta mais segura e mais rápida durante a produção. Esse tipo de tecnologia é estratégico e uma ótima opção para tempos de pandemia, pela sua agilidade em modificar um antígeno quando necessário.

Leia mais: Coronavac: O que é como é feita efeitos colaterais 

Efeitos colaterais

A vacina da Pfizer reduz os riscos de covid em cerca de 95%, mas pode provocar alguns efeitos colaterais comuns de qualquer imunização, como dores de cabeça, dor de cabeça e calafrios. Esses sintomas são sinais de que o sistema imunológico está funcionando normalmente.

A vacina de RNA mensageiro da Pfizer foi testada e embora exista a possibilidade de alguns efeitos colaterais, os riscos são moderados, mas é considerada uma vacina segura, já que grande parte dos efeitos colaterais são leves. Um caso específico de aplicação, causou um caso de mielite transversa em um participante da pesquisa, mas ao que se sabe, foi um caso totalmente isolado.

 
Susan Nogart
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui