28.8 C
Brasil
quinta-feira, 5 agosto 2021
HomeTecnologia & CiênciaMorre Isamu Akasaki vencedor do prêmio Nobel por luz de LED

Morre Isamu Akasaki vencedor do prêmio Nobel por luz de LED

O vencedor do prêmio Nobel de Física, Isamu Akasaki, recebeu o prêmio no ano de 2014, por desenvolver uma nova tecnologia e foi um dos pioneiros em desenvolver a luz de LED. A tecnologia foi tão revolucionária que tinha ideia de economizar energia, para melhorar e amenizar os impactos ambientais.

Nesta sexta-feira (2) o cientista japonês morreu, aos 92 anos, deixando um legado bastante prestigioso, junto de outros prêmios com parceiros cientistas, Shuji Nakamura e Hiroshi Amaro. A equipe que ajudava Isamu, também ajudou o cientista a desenvolver o diodo, que é um tipo de emissor de luz azul, considerado uma invenção revolucionária.

Leia mais: Como saber se a placa de vídeo queimou

Tecnologia de luz de LED

O cientista e vencedor do prêmio Nobel morreu de pneumonia, no hospital de Nagoya, de acordo com os comunicados que foram anunciados pela Universidade Meijo, onde Isamu foi professor.

- Continua Depois da Publicidade -

Segundo estudiosos, a tecnologia de LED pode perdurar por muito mais horas, consumindo muito menos energia, uma pequena fração se comparada com a energia normal das lâmpadas, descobertas no século 19 por Edson Thomas. Já os diodos, tecnologia que o cientista também estudava, é uma tecnologia que já existe há muito tem, mas com o surgimento do LED, a luz azul desse tipo, foi fundamental.

Dentro da tecnologia, a junção e o uso das três cores, como a luz azul, vermelha e verde, são essenciais para formar e transformar o LED no que ele é hoje. O diodo, mistura as cores e recria a luz branca do sol, algo bem semelhante ao círculo cromático com as cores do arco-íris que aprendemos na escola.

A dupla de pesquisadores que trabalhou junto com o cientista, prestou homenagens pelas redes sociais, que faziam parte da equipe desde 1990. Depois de muitas décadas de trabalho junto, difícil e muitas experiências, o trio infelizmente terminou, mas conseguiu obter muitos raios azuis brilhantes, com semicondutores em seus testes.

 
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui