Participante com paralisia cerebral ganha um dos maiores prêmios do ‘Quem Quer Ser Um Milionário?’

117

Beatriz Marques é daquelas pessoas que nos inspiram. No palco do Caldeirão do Huck , a estudante de Biblioteconomia, natural de Niterói (RJ), participou do quadro Quem quer ser um milionário? e conquistou um dos maiores prêmios da história do quadro, levando para casa 100 mil reais. Acompanhada da avó, dona Maria Dos Santos, ela contou que perdeu a mãe com 4 anos, revelou como lida com sua paralisia cerebral e emocionou a todos com sua história de vida.

A avó materna contou que foi faxineira por 20 anos, mas não conseguiu juntar dinheiro para o futuro. Ela também se declarou para a neta, a quem se enche de orgulho: “Ela é muito estudiosa, é boa aluna”, revela Maria.

Beatriz é apaixonada por livros e voluntariado, tem seu tempo dividido entre os estudos, cuidar da avó e da tia e participar de projetos como voluntária. No programa, ela ainda falou sobre seus sonhos: “Eu vou me formar para ser bibliotecária. É muito uma profissão antenada à tecnologia, administração de redes, de sistemas, de tudo”, conta ela.

No palco do Caldeirão, Beatriz abriu seu coração ao lembrar da mãe Eliane, falecida há 20 anos, em função de uma doença. Quando ela morreu, Beatriz tinha apenas 4 anos.

Continuar Lendo

Na último pergunta, ela precisou responder: “Na mitologia grega, as três irmãs Górgonas são Medusa, Euríale e…”. A estudante acertou em cheio que a resposta era “Esteno” e garantiu R$ 100 mil. Já na última pergunta: “Marat (Sebastião), obra do projeto “Pinturas do Lixo”, de Vik Muniz com catadores de material reciclável, se baseia no quadro de…”, que valeria 150 mil, ela decidiu parar o jogo. Mesmo assim, ela conquistou um dos maiores prêmios do quadro e voltou para Nova Iguaçu com 100 mil reais. É ou não é para aplaudir de pé? Parabéns, Beatriz.

Fonte: gshow